Foco na luz: porque focar na sombra estamos fartos. Fazemos isso o tempo todo, é o mais fácil, é o da inércia! É facil por que tá na mídia! Tá na cultura do medo!

Uma das coisas mais importantes que aprendi nessa jornada de autoconhecimento é manter o foco na luz.

Posso parecer hipnotizada em direção a ela, talvez eu esteja. Afinal, me faz bem e o que eu pareço pra outras pessoas não é muito problema meu, desde que eu seja autêntica.

Como sempre digo, o importante é fazer as coisas de forma consciente.

Hoje estava lendo sobre gatilhos emocionais e me dei conta de como precisamos curar o planeta, e isso faremos a partir de nossas próprias curas.

Há 3 anos li o livro A Profecia Celestina e comecei a imaginar minha vida naquela vibração elevada e em paz. Afinal, era tudo o que eu “sempre quis”. Minha vida ideal, rs…

Desse tempo pra cá, percebi que o nosso lado sombra tem que ser trabalhado, integrado e celebrado, sim. Alguém que vive plenamente, no entanto, analisa de forma autêntica a situação, demora o tempo que precisar em seu processo e se conecta com sua essência para curar as feridas e acolher a sombra, aprendendo a dançar com elas. E a cura vem. E cura o outro por tabela, e cura o mundo também.

Para mim, os Seres Vivos estão para o Planeta Terra assim como as Células de Nosso Corpo está para o Nosso Corpo. É parte de uma estrutura maior. Quando nos curamos, ajudamos na cura da Terra.

Por isso o foco na luz: queremos que haja cura. Olhar as sombras, sim, faz parte.

No entanto, o lado sombrio só serve para nos avisar que algo está errado, que estamos passando por uma tormenta, ou que estamos em um túnel. No entanto, o foco é na luz no fim desse túnel, sim, porque somos seres de luz, de amor.

Ainda mais porque temos praticamente uma mensagem: mergulhe numa jornada de autoconhecimento e seja a melhor versão de si mesme, o resto é consequência.

Gratidão ♡♡♡